Oi, sumida *risos*

800px
Photo by Caleb Woods on Unsplash

Volto a um blog de aproximadamente 8 anos, sem contar o hiatus. Dá um medo? Um pouquinho.

FAQ 1: Eu nem sabia que você já teve um blog.
Tive. Mas deixei guardado por um tempo.

Rodei o mundo (imaginário) ao longo dos últimos quatro anos. Fiz faculdade, fiz iniciação científica, fiz estágio, me formei, consegui um emprego. Não escrevi muito por aqui. Talvez dois textos. Migrei para o Medium, para o teatro e para o caderno.

Subi em um carrossel como se tivesse 8 anos mais uma vez. Ele começou a girar. Fiquei enjoada. Gritei “Mãe, me tira daqui”. Chorei. No fim, me acostumei com o jeito que ele girava e parei no mesmo lugar cansada. Já deu. Chega de girar. Existem outros brinquedos no parque de diversões.

Escrevo agora com novos propósitos, em um lugar antigo.

FAQ 2: Mas você não tem vergonha dos textos da adolescência?
Não. Tem material interessante aqui. Estou no conforto e na instabilidade do meu processo :)

Espero trazer conteúdos sobre processo criativo, repertórios e vivências. Desejo oferecer aos meus leitores um momento de graça não cômica, mas amigável. Sem fechar os olhos para o que há de ruim no mundo. Sem escancarar a sordidez que tira a nossa vontade de viver.

Por gentileza, você primeiro :)

4 comentários em “Oi, sumida *risos*

  1. Que volta incrível Leti! Você não tem ideia de como esse post me deixou curioso em relação ao que está por vir, a qualidade da sua escrita, como sempre, tá tingida de muita autenticidade. <3

    Em relação aos textos antigos, meu deus, que privilégio ter um "Journal" cheio de palavras sobre como você costumava pensar quando mais jovem, infelizmente não tive esse hábito de escrever em um blog quando mais novo então fico na eterna inveja.

    É muito legal poder abraçar a nossa antiga versão no sentido de não ter vergonha de deixar público palavras que talvez nem façam mais sentido no hoje, mas que te representavam na época; Requer coragem e te admiro muito por isso. Por outro lado, vão ter também as palavras antigas que ainda refletem como você pensa hoje, e o valor delas se torna intangível, pois vão carregar a sua essência através do tempo.

    1. Valeu, Thi hahah Sim, com certeza. Às vezes dá vergonha dos textos de quando eu tinha 14 anos, né, mas tem outros que significam muito. Mesmo não escrevendo tão bem, tem um significado de “processo”, de como me tornei quem sou. Então, é muito importante :)

  2. Uma das coisas legais de ter um blog por tanto tempo, a ponto de carregá-lo da adolescência à vida adulta, é ver o que mudou………..estética, produção, qualidade, ideias, pensamentos………….tudo se torna bastante palpável……………..também nunca consegui me referir ao meus blogs no passado………sempre tenho blogs……..só que as vezes a política de atualização é mais flexível…………hehaehaheaheha……..bem vinda de volta…………..

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s